Bebê recém nascida engole resto de parto no hospital de Ipu e foi transferida para UTI em Sobral

Radialista procurou à nossa Redação neste domingo (30/06) para desabafar, segundo suas declarações, sua esposa gestante, e sua filha recém nascida foram transferidas para Sobral, por imperícia no atendimento no Hospital Municipal de Ipu. 

Valtinho Martins radialista da Rádio FM Cidade 106,3, relatou que sua esposa completou os 09 meses de gestação no dia 21 de junho, quando na última quinta-feira (27/06), apresentou a ultrassom, que atestava o tempo de gravidez, internaram-na, porque disseram que a mesma ainda demoraria de 03 a 04 dias para dar a luz, quando no sábado (29/06) lhe deram alta, em casa a mulher passou a sentir muitas dores, voltou ao Hospital Municipal, e aguardaram para o parto normal, a criança nasceu, mas devido ter passado muito tempo, ou seja cerca de 07 dias do tempo que completou 09 meses, o bebê engoliu sangue no ventre da mãe; restos de parto, e teve que ser transferido para Sobral, devido as complicações, se encontra na UTI onde corre muitos riscos.

A queixa do nosso colega é que deveriam ter feito uma cesária,  não ter forçado um parto normal, já que tinha passado tanto tempo. Para ele foi um desrespeito para com a mãe e o bebê e pede mais atenção com as grávidas em Ipu. Valtinho agradece ao médico Dr. Luiz de Gonzaga e a enfermeira Maria das Graças, pois pra sorte delas, o parto foi feito por esses profissionais citados, porque o pior poderia ter ocorrido. 

Confira nos áudios abaixo enviados à nossa Redação o desabafo de um pai:


   
 
Copyright © 2012. RÁDIO REGIONAL - ·
Tema desenvolvido por Diego Farias/ Fagner Freire ·