Prefeitura ficou só na promessa para os Ipuenses que perderam suas casa


Nesta quarta-feira (13/06) o repórter Francisco José foi em busca de saber como estão as duas famílias que tiveram perdas materiais de tudo,

Nesta quarta-feira (13/06) o repórter Francisco José foi em busca de saber como estão as duas famílias que tiveram perdas materiais de tudo, por conta de chuva torrencial, ainda necessitam de ajudas para reconstrução de suas casas. 

Duas famílias da rua José Euclides, bairro do Cafute no mês de fevereiro do ano em curso, sofreram com uma das chuvas mais potentes caídas nesta estação, do ponto de vista da destruição causada pela mesma. 

O popular "Cutita" teve sua casa devastada pelas enchentes causada por essa precipitação chuvosa de fevereiro, além dos móveis, avariados, roupas foram arrastadas pelas águas, documentos, comida a casa ficou inabitável. A casa vizinha que pertence a sua cunhada "Graça da Pimentinha" também ficou na mesma situação.


Essas duas famílias foram ajudadas através da solidariedade do povo ipuense, pelos microfones da Rádio Regional de Ipu; Programa Show da Manhã do radialista Marcos Aurélio, e ficaram novamente amparadas de alimentos, roupas e eletrodomésticos de primeira necessidade, todavia suas moradias se encontram no mesmo estado. Cutita com sua família estão morando de aluguel, Graça e os seus foram abrigados em uma casa cedida pelo vereador Elisafran Mororó. 

Até hoje não houve uma mobilização do poder público no sentido de amenizar a situação dificílima dessas famílias, até a Defesa Civil que prometera fazer algo, segundo o "Cutita", esqueceu totalmente dos mesmos.  


Repórter Francisco José, ainda necessitam de ajudas para reconstrução de suas casas. 

Duas famílias da rua José Euclides, bairro do Cafute no mês de fevereiro do ano em curso, sofreram com uma das chuvas mais potentes caídas nesta estação, do ponto de vista da destruição causada pela mesma. 

O popular "Cutita" teve sua casa devastada pelas enchentes causada por essa precipitação chuvosa de fevereiro, além dos móveis, avariados, roupas foram arrastadas pelas águas, documentos, comida a casa ficou inabitável. A casa vizinha que pertence a sua cunhada "Graça da Pimentinha" também ficou na mesma situação.


Essas duas famílias foram ajudadas através da solidariedade do povo ipuense, pelos microfones da Rádio Regional de Ipu; Programa Show da Manhã do radialista Marcos Aurélio, e ficaram novamente amparadas de alimentos, roupas e eletrodomésticos de primeira necessidade, todavia suas moradias se encontram no mesmo estado. Cutita com sua família estão morando de aluguel, Graça e os seus foram abrigados em uma casa cedida pelo vereador Elisafran Mororó. 

Até hoje não houve uma mobilização do poder público no sentido de amenizar a situação dificílima dessas famílias, até a Defesa Civil que prometera fazer algo, segundo o "Cutita", esqueceu totalmente dos mesmos.  



Repórter Francisco José
 
Copyright © 2012. RÁDIO REGIONAL - ·
Tema desenvolvido por Diego Farias/ Fagner Freire ·