Ipu-CE: Universitário desabafa publicamente contra a gestão dos "rufinos"



Nos próximos dias irei apresentar meu TCC que trata dos universitários de Ipu, e levarei comigo um sentimento de profunda vergonha por fazer parte de uma categoria apática, acomodada e que mesmo tendo adentrado em uma formação de nível superior não desenvolveu um mínimo de senso crítico para, pelo menos, questionar aquilo que diz respeito a sua vida de maneira mais próxima. 

Como levar a sério uma categoria que ignora o fato de que nos últimos 6 anos a gestão nada transparente do Ipu gastou mais de 10 milhões com transporte enquanto se vê obrigada a pagar o aluguel de um ônibus? 

E pra piorar, um vereador de oposição denuncia que a prefeitura estaria supostamente pagando o incrível valor de R$ 9.000 para o aluguel de UM CARRO para o gabinete da vice-prefeita (que por sinal não é a primeira vez que surge uma denúncia dessa), mas vem dizer que não tem o mesmo valor para garantir o mínimo de dignidade para os universitários? Pra quem não sabe, mensalmente pagamos o mesmo valor pelo aluguel de uma sucata que chamamos de ônibus. 

Mas eu entendo essa apatia, afinal, deve ser muito constrangedor ter que admitir que jogou o voto fora duas vezes seguidas e ter que admitir que a administração pública não está nem aí para você. Deve ser mais constrangedor ainda olhar para a cidade do lado e ver a gestão do lado de lá buscando melhorar o transporte do universitário, sem que o mesmo tenha que pagar a conta.
Se o poder público soubesse (e se sabe finge que não) do potencial que tem um universitário para desenvolver sua cidade, principalmente para uma cidade pequena e atrasada como o Ipu, jamais o tratariam com mediocridade.

Eu pelo menos não sou medíocre, pois senti na pele por quase 5 anos as dificuldades de deixar minha casa e ir para tão longe todos os dias pra tentar melhorar de vida, e por isso jamais vou deixar de exigir meus direitos, e pouco me importa quem esteja no poder, eu não me calo mesmo.

Pena que a minha voz sozinha não ecoa pela cidade, pra que todos saibam o desprezo com que somos tratados. Mas se os mais de 400 universitários ainda não perceberam isso então não serei eu que farei milagre. Lamento muito.

Que bom que já vou me livrar disso pois o cansaço está me vencendo, mas sinto muito pelos que ainda terão que passar por tanta situação de descaso.



(Relato do universitário Carlos Jorge; ipuense e publicado na sua Página Pessoal no Facebook).
 
Copyright © 2012. RÁDIO REGIONAL - ·
Tema desenvolvido por Diego Farias/ Fagner Freire ·