Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

Vice de Jaguaruana e ex-diretor são acusados de desviar R$ 500 mil da Previdência

Bebeto Delfino e Wendell Jorge teriam usado verba para financiar campanha em 2012. Prejuízo põe em risco aposentadoria de servidores

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) apresentou, nesta quinta-feira (27), duas denúncias contra o vice-prefeito de Jaguaruana, Bebeto Delfino (PMDB), e contra o ex-diretor do Instituto da Previdência Wendell Jorge da Silva por terem desviado R$ 500 mil do Fundo de Previdência do município às vésperas da eleição de 2012. Bebeto era prefeito de Jaguaruana na época.

Segundo a investigação, fornecedores do município que não tinham nenhuma relação com o Fundo de Previdência teriam sido pagos, inclusive sem apresentação de notas fiscais, pela prestação de serviços ou fornecimento de bens. na outra denúncia, Bebeto e Wendell são acusados de tomarem para si a contribuição previdenciária dos servidores, que nunca chegou a ser repassada ao Instituto da Previdência.

A contribuição previdenciária era descontada na folha de pagamento dos servidores, porém o ex-prefeito e o ex-diretor do Instituto da Previdência não repassavam os valores ao fundo, gerando dívidas na previdência municipal.Segundo o promotor de Justiça Venusto Cardoso, que apresentou as denuncias, os valores desviados indevidamente geraram dívidas ao fundo de previdência municipal.

Em seguida, segundo o promotor de Justiça da Comarca de Aracati Venusto da Silva Cardoso, que apresentou as denúncias, as dívidas eram parceladas pelo então prefeito Bebeto Delfino para pagamentos futuros. Porém, até hoje, o pagamento nunca foi efetuado. Com o déficit provocado pelo esquema, o Instituto Previdenciário pode ficar sem recursos para bancar a aposentadoria dos servidores.
 
Copyright © 2012. RÁDIO REGIONAL - ·
Tema desenvolvido por Diego Farias/ Fagner Freire ·