Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

Vereador Evaldo declara na tribuna que não seria feio chorar, diante do medo e dos assalto em Ipu

O Ipu vive uma das maiores crises na segurança pública, embora a grande maioria da população ainda não tenha se dado conta do que está ocorrendo. Além desse fator, há um alto índice de notificações de crimes não realizadas pela população em razão do descrédito nos órgãos policiais.
O cidadão mediamente informado e, que lê as notícias policiais, sabe que nunca se viveu tão perigosamente em Ipu,onde a bandidagem tem feito vítimas quase que diariamente. O crime não respeita ideologia ou classe social. A idéia de que a criminalidade somente atingia as classes sociais menos favorecidas, residentes nas periferias está escancaradamente desmentida.
As residências  de empresários,políticos,comércios, a casa da população das três circunscrições de Ipu-Ce  tem sido alvo da marginalidade. Ninguém mais está a salvo. O que está faltando acontecer para que as autoridades responsáveis acordem de seu sono esplêndido?
A situação merece uma reflexão e uma tomada de posição, pois o sistema de segurança pública do Ipu e do estado estão falidos. A sociedade  Ipuense está desamparada,quem tem recursos investe em segurança particular; e quem não tem?

O Vereador Evaldo Gomes na tribuna da Câmara Municipal de Ipu cobrou do prefeito medidas efetivas.
" A questão da segurança pública, a gente cita aqui todas sessões que hoje  não podemos chamar de segurança, mas sim insegurança, insegurança pública, o que não tem, que a gente tem sido cobrado, acho que cada um colega aqui é cobrado na rua, no dia-a-dia. Vocês não fazem nada vereadores?

Faça alguma coisa, eu tô sendo cobrado inclusive até da própria família,  o que você pode fazer por nós? somos impotentes  diante dessa situação,mas podemos pedir, nós podemos aquilo indicando toda semana, mas nós temos que ser escutado. Vamos ser escutado pelo nosso gestor, pelo gestor, que faz a parte do executivo. 

É quem pode correr atrás e pedir, o que é interessante quando vem uma obra do estado,geralmente os prefeitos dizem, se a gente não for atrás não vem para cá. Mais porque agora não vai atrás de segurança também no estado? a população tá aí sendo assaltada todos os dias. 

Agora são os órgãos públicos a gente viu nessa semana teve hospital Municipal de Ipu, teve o Cras, teve uma escola próximo ao patronato, em frente o hospital eu também fui vítima, já foi vítima também o vereador  Genésio. 

Eu Evaldo fui vítima de um bandido que  entrou  numa garagem de minha propriedade, mexeram no meu  carro, levaram  algumas coisas que tinha dentro do carro,  não tinha muita coisa, mas invadiram o local aonde devia ter segurança, aí a gente tem que perguntar qual é a medida efetiva que o prefeito tem tomado em Ipu na área de segurança? para ser verdadeiro, sou sincero, nenhum ,nenhuma, porque, mais uma vez  estou dizendo  que o governo do estado é o responsável. 

A  loja mix celulares foi assaltada aqui na nossa cidade, e logo em seguida o proprietário colocou lá dois seguranças da porta.  Tem que ter medida efetiva em nosso municipio. O próprio município tem que investir em segunraça pública. Quero agradecer aqui a quem trouxe um lenço para mim porque eu tava com um problema na lente,não tava chorando não. Se eu tivesse chorando diante do que acontece no dia a dia não seria feio não, porque a insegurança e o medo da gente chegar em casa tarde, o medo da gente deixar a família da gente sozinha, e o medo da população que está desprotegido, é de fazer você chorar." afirmou o edil,Evaldo Gomes (PCdoB)

ouça a sonora com discurso veemente do Vereador Evaldo Gomes na tribuna Livre na sessão do 21 março17.

 
Copyright © 2012. RÁDIO REGIONAL - ·
Tema desenvolvido por Diego Farias/ Fagner Freire ·