Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

Bando tinha membros do CV e vereador do CE

Dois dos integrantes da quadrilha de assaltantes pertenciam a facção criminosa carioca Comando Vermelho policia O delegado Eduardo Tomé, da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), o tenente-coronel Luís Martins, subcomandante do BPChoque da PM e o major do Cotar, Barreto Araújo deram detalhes da operação ( Foto: Natinho Rodrigues )
Dois cariocas membros da facção criminosa Comando Vermelho (CV) faziam parte da quadrilha desarticulada, na última sexta-feira (18), da qual um vereador da cidade de Nova Russas também fazia parte, conforme a Polícia. Os criminosos originários da Região Sudeste são foragidos da Justiça: Daniel Belmiro José Rodrigues fugiu da Casa de Privação Provisória da Liberdade Desembargador Adalberto Barros Leal de Oliveira, em Caucaia; e Rodrigo Honorato Alves, escapou do presídio de Bangu, no Rio de Janeiro.
De acordo com o delegado adjunto da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Eduardo Tomé, o bando planejava, em conversas de WhatsApp, assaltar um carro-forte. Segundo Tomé, o vereador de Nova Russas José Roberto Alves da Costa também participava destas conversas e daria apoio logístico à ação criminosa. "Nos celulares foram encontradas muitas informações importantes, inclusive fotos de armas uso restrito, como fuzis e pistolas. Os próprios indivíduos presos apareciam nas imagens ostentando esse armamento".
No momento em que o Audi, modelo A3, com placas de Minas Gerais, foi abordado por uma patrulha do Comando Tático Rural (Cotar) os cinco homens foram encontrados. Além dos três já citados estavam também no veículo Giliardo Gomes da Silva, e Jailton Gomes da Silva Ponte. "Tínhamos informes de assaltos na Região e mantivemos as patrulhas do Cotar na Serra. Intensificamos a abordagem e paramos o veículo.
Alguns deles deram nomes falsos, mas insistimos na abordagem. Entramos em contato com a DRF e descobrimos que se tratava desta quadrilha perigosa, que agora se encontra presa", afirmou o tenente-coronel Luís Martins, subcomandante do BPChoque da PM.
desarticulado
O major Barreto Araújo, que comandou a operação que resultou na prisão, disse que há indícios que a quadrilha tenha participado de um assalto à uma agência bancária na cidade de Castelo, no Estado do Piauí. "Geralmente as quadrilhas têm um esconderijo para as armas, as ferramentas e o dinheiro. Somente depois eles voltam para recolher tudo. Pode ser que tenha acontecido isso neste caso".
Eduardo Tomé disse que até o momento não se sabe com precisão de onde a quadrilha vinha e nem para onde ia. "O que podemos afirmar, sem dúvidas, é que eles se organizavam para atacar um carro-forte no Ceará".
Conforme o Cotar, o ataque estava programado para acontecer na BR-222, nas proximidades do Distrito de Aprazível, em Sobral. No entanto, a quadrilha ainda estava acertando detalhes logísticos e buscando mais comparsas para o assalto. Em uma das conversas interceptadas, a Polícia flagrou Douglas Honorato solicitando ao vereador um documento falso do Ceará.
A DRF está levantando as informações sobre a fuga dos criminosos da unidade prisional do Ceará, conhecida como 'Carrapicho' e do presídio carioca de Bangu. "Todos eles ficaram calados no depoimento, mas disseram informalmente que Belmiro estava no Rio de Janeiro e veio para o Ceará no Audi apreendido. A procedência do veículo será checada. Se estiver irregular responderão por isso", disse Tomé.
 
Fonte Diário do Nordeste
 
Copyright © 2012. RÁDIO REGIONAL - ·
Tema desenvolvido por Diego Farias/ Fagner Freire ·