Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

Brasil quer ampliar acordos com o Japão, diz Temer

Em entrevista a jornalistas japoneses, presidente da República explicou as medidas econômicas para o País voltar a crescer
Foto: Beto Barata/PR Presidente da República concedeu entrevista a jornalistas japoneses
Presidente da República concedeu entrevista a jornalistas japoneses
O presidente da República, Michel Temer, afirmou, nesta terça-feira (18), que a intenção do governo brasileiro é ampliar os investimentos de empresas do Japão no País. Em entrevista a veículos de comunicação japoneses, Temer disse que o Brasil vive um clima de tranquilidade institucional e de absoluta segurança jurídica.
“Nós queremos não apenas investimentos novos, mas também ampliação dos investimentos japoneses que já foram feitos no nosso País”, disse o presidente da República. Temer lembrou que as relações comerciais entre os dois países são antigas. Atualmente, existem cerca de 700 empresas japonesas instaladas no Brasil.
Na entrevista, Temer também ressaltou que o Brasil agora atravessa um momento de tranquilidade institucional e de segurança jurídica. “[Isso é] muito importante para aqueles que vão contratar investimentos no nosso País”, comentou.
Medidas econômicas
Temer falou sobre as medidas que o governo vem tomando para a recuperação econômica do Brasil, que seria uma "espécie de recomeço da economia no nosso País". Entre as ações, o presidente destacou a proposta de emenda à Constituição que limita os gastos públicos. Ele antecipou também que irá enviar outras propostas ao Congresso para normalizar as contas do Brasil.
"Ainda nessa matéria de contenção dos gastos públicos, eu também revelo que, em breve tempo, nós mandaremos ao Congresso Nacional uma proposta de reformulação do sistema de Previdência Social, já que o déficit da Previdência é muito elevado no nosso País."
A viagem de Temer ao Japão é a primeira de um chefe de Estado brasileiro ao país em 11 anos. Até a próxima quinta-feira (20), ele participará de uma audiência com o primeiro-ministro Shinzo Abe, além de ter um encontro com o imperador Akihito e com empresários.

Fonte: Portal Planalto
 
Copyright © 2012. RÁDIO REGIONAL - ·
Tema desenvolvido por Diego Farias/ Fagner Freire ·