Via asfaltada beneficia escoamento da produção

São 17Km de estrada que era um lameiro no período de chuvas e poeira nos meses secos ( Foto: Honório Barbosa . Iguatu. Os moradores das localidades rurais de Juazeirinho, Santa Rosa e Serrote, na zona rural deste município, na região Centro-Sul do Ceará, foram beneficiados com a construção de rodovia em pavimentação asfáltica. A obra custou cerca de R$ 5 mi. São 17Km de estrada beneficiando o escoamento da produção e melhorando a qualidade de vida das famílias que enfrentavam lameiro no período de chuvas e poeira nos meses secos.
A obra foi contratada pela Prefeitura de Iguatu com recursos de emendas parlamentares. Há cerca de quatro anos o projeto foi anunciado e os serviços chegaram a ser iniciados, mas sofreu paralisação e só agora foram concluídos. Essa é a terceira estrada vicinal que recebe pavimentação asfáltica e obra de infraestrutura interligando localidades rurais no Município. As outras duas estradas beneficiaram moradores das localidades de Gadelha e Quixoá, Penha e Fomento, nas duas margens do Rio Jaguaribe, no chamado corredor de produção de banana. Essas obras foram inauguradas na administração do ex-prefeito Agenor Neto, que também articulou a liberação de recursos para essa nova estrada.
O atual prefeito, Aderilo Alcântara, presidiu a solenidade de inauguração da rodovia interligando Juazeirinho às localidades de Santa Rosa e Serrote, nas margens do Açude Orós. "Essa rodovia representa um benefício direto para os moradores e produtores rurais para o escoamento da produção de arroz e de outros grãos", frisou.
Os moradores mostraram-se satisfeitos com a qualidade da obra. "Ficou bem feita, sinalizada. Antes havia muitos buracos e poeira e, no tempo das chuvas, a lama se espalhava, dificultando o tráfego de carros e motos", disse o produtor rural Francisco Amorim.
A comerciária Ana Claudia Uchoa, moradora da localidade de Santa Rosa, trabalha na cidade de Iguatu e lembrou-se da dificuldade de deslocamento diário. "Lama, poeira e buraco eram o que agente enfrentava. Agora ficou bem melhor", disse. O agricultor Francisco Gomes afirmou que, com a estrada asfaltada, a ida para a cidade está bem melhor. "Antes, os buracos danificavam os carros e motos e havia custo maior para o escoamento da produção", frisou.
A estrada começa no entroncamento com a CE-282, no bairro Vila Moura, beneficiando as indústrias de cerâmica (tijolos e telha), facilitando o deslocamento dos operários e da produção diária, que é exportada para outras cidades. De lá avança até o sítio Córrego, passando pelas localidades de Santa Rosa e Serrote. Esta última fica bem nas margens do Açude Orós.
 
Fonte Diário do Nordeste
 
Copyright © 2012. RÁDIO REGIONAL - ·
Tema desenvolvido por Diego Farias/ Fagner Freire ·