Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

A quem interessa não combater as Drogas no Ipu?

Após quase 12 anos ininterruptos, PROERD tem seu fim em Ipu, por alegações de crise financeira do município

 
"Após quase dose anos de trabalho ininterruptos no Ipu, tivemos que parar o programa por alegações da crise financeira  pela qual passa o nosso município". Com esta frase com ressonância de forte impacto em muitos lares das famílias ipuenses, sobretudo nas famílias em situação de vulnerabilidade, famílias carentes não só de alimentos, mas da boa informação e de atividades socioeducativas, o Primeiro Sargento da gloriosa Polícia Militar do estado do Ceará; Jocélio Miranda, respondeu aos muitos questionamentos feitos na sua página pessoal no Facebook sobre o PROERD na cidade de Ipu. 
O PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência) foi criado em Los Angeles, nos Estados Unidos, em 1983 com o nome de DARE (Drug Abuse Resistance Education) ou DARE América, através de uma parceria entre o Distrito Escolar Unificado e o Departamento de Polícia daquela cidade, para ser implantado nas escolas. O principal objetivo do programa é prevenir o uso indevido de drogas entre crianças e adolescentes em idade escolar.
No Brasil, o programa iniciou-se pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) em 1992, a qual tinha interesse em desenvolver um projeto de prevenção relacionado aos diversos aspectos das drogas. Surgiu então a denominação de PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas). Em seguida, no ano de 1993 o programa foi recepcionado pela Polícia Militar de São Paulo (PMESP) e passou a se chamar “Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência”, porém mantendo a sigla PROERD. 
Daí em diante, o PROERD se multiplicou e hoje está em todas as Polícias Militares do nosso país.
É um programa de caráter social preventivo, posto em prática pelas Polícias Militares, junto aos alunos do 5º ano que encontram-se na faixa etária de 09 a 12 anos de idade e dos adolescentes do 7º ano, na faixa etária de 12 a 14 anos de idade. 
O programa é aplicado nas escolas da rede de ensino público e privado, através do esforço cooperativo entre Polícia Militar, Escola e família, oferecendo atividades educacionais em sala de aula, que inserem nas crianças e adolescentes, a necessidade de desenvolver as suas potencialidades, ajudando a preparar cidadãos conscientes dos malefícios das drogas, e menos propensos aos efeitos da violência.
Em Ipu ao longo destes quase 12 anos esteve a frente do PROERD; o Primeiro Sargento da Polícia Militar Jocélio Miranda, milhares de crianças e adolescentes receberam formação com entrega de certificados, e ficaram preparadas para dizer não as drogas. Passou pela gestão de Toínha Carlos, Corrinha do Torrim e Sávio Pontes recebendo todo o apoio logístico e necessário, mas infelizmente nesta atual gestão municipal, o programa teve o seu fim melancólico, triste, lamentável, com alegação da crise financeira pela qual passa o nosso município. Sem o PROERD, o que serão das nossas crianças e adolescentes, que a cada dia estão a mercê das tentações das drogas, das facilidades ofertadas pelo submundo do crime?
"PROERD um projeto de Deus para Salvar vidas. Só valoriza, quem vê com o olhar de Jesus Cristo"! Com este pensamento o baluarte do programa na cidade de Ipu resumiu toda a importância do PROERD no meio social e deixou latente a sua insatisfação e  lamentação com o fim do programa em Ipu.

Fonte Repórter Francisco José (Rádio Regional)
 
Copyright © 2012. RÁDIO REGIONAL - ·
Tema desenvolvido por Diego Farias/ Fagner Freire ·