Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

Whatsapp para todos os programas. PARTICIPE!

Sobe para 84 o número de casos de microcefalia no Ceará

Subiu para 84 o número de casos confirmados de microcefalia e alterações do Sistema Nervoso Central (SNC) em bebês nascidos no Ceará. Ao todo, 456 casos foram notificados entre outubro do ano passado e a segunda-feira, 25, sendo constatado 12 deles a associação com o vírus zika. 134 casos foram descartados e 238 estão em investigação. Do total de notificados, 383 foram detectados no pós-parto e 73 durante a gestação. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 26, no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa).
 Ocorreram 27 óbitos, sendo quatro casos de natimortos – quando o feto morre dentro do útero materno ou durante o trabalho de parto – e 23 casos que evoluíram para óbito após o nascimento.
Destes, 12 permanecem em investigação e 15 foram confirmados como advindos de infecção congênita, sendo 8 óbitos com identificação do vírus zika em tecido fetal.
Ao todo, 99 municípios notificaram casos suspeitos, enquanto 38 tiveram casos confirmados de má-formações.
Brasil
Até o dia 23 deste mês, foram confirmados 1.198 casos de microcefalia e outras alterações no Sistema Nervoso Central (SNC), sugestivos de infecção congênita em todo o País. Do total de casos confirmados, 194 tiveram confirmação laboratorial para o vírus zika.
Desde outubro do ano passado, foram notificados 7.228 casos suspeitos, sendo que 2.320 foram descartados e outros 3.710 estão em fase de investigação.
Os dados foram informados no boletim desta terça-feira, 26, do Ministério da Saúde, que reúne as informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde.
Os 1.198 casos confirmados ocorreram em 435 municípios, localizados em 22 unidades da federação: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul.
No mesmo período, foram registrados 251 óbitos suspeitos de microcefalia e/ou alteração do Sistema Nervoso Central (SNC) após o parto ou durante a gestação (abortamento ou natimorto).
Destes, 54 foram confirmados para microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central. Outros 167 continuam em investigação e 30 foram descartados.
Orientações do Minsitério da Saúde
O Ministério da Saúde orienta as gestantes adotarem medidas que possam reduzir a presença do mosquito Aedes aegypti, com a eliminação de criadouros, e proteger-se da exposição de mosquitos, como manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes.
Redação O POVO Online
 
Copyright © 2012. RÁDIO REGIONAL - ·
Tema desenvolvido por Diego Farias/ Fagner Freire ·