Ciro diz que se Temer for presidente entrará com pedido de impeachment

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT), na segunda-feira (28), em entrevista à jornalista Mariada Godoy, voltou a acusar o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), de ser o "capitão do golpe" e que, num eventual governo Temer, ele próprio derrubaria o peemedebista.
“Não vai ser presidente porque, se ele for, quem vai entrar com um pedido de impeachment no primeiro dia sou eu. E quero anunciar para o Brasil que eu já estou com dos decretos de pedalada fiscal que ele assinou como interino da presidência da República".
Impeachent
Ciro ainda voltou a defender a defender Dilma. "Estão acusando a Dilma de ter cometido pedaladas fiscais, que não é crime de responsabilidade. Não está certo fazer, mas vamos explicar para a população: tem que pagar o bolsa família, tem que ter dinheiro no caixa, mas não arrecadou (o suficiente). Aí, diz à Caixa Econômica: 'paga ái, que amanhã eu te pago'. Isto é o que se chama pedalada fiscal".
FHC
Ciro ainda acusou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) de ser conivente com corrupção: "O presidente que não conciliou com o patrimonialismo - ele (FCH) tem sempre uma palavra elegante para esculhambação, para roubalheira - caiu", teria dito FHC no dia em que Ciro foi "se despedir" do ex-presidente.

Veja vídeo com Ciro Gomes

Fonte Ceará New 7
 
Copyright © 2012. RÁDIO REGIONAL - ·
Tema desenvolvido por Diego Farias/ Fagner Freire ·